Vazam as primeiras imagens de Mario Kart Tour, o Mario Kart para celulares

Mario Kart Tour
Mario Kart Tour

Nesta semana, a Nintendo iniciou a primeira fase do beta fechado de Mario Kart Tour, a versão para dispositivos móveis que a companhia está desenvolvendo de sua famosa franquia de jogos de corrida Mario Kart. E, ainda que os participantes do testes tivessem concordado em manter segredo e não revelar nada sobre o jogo, é lógico que sempre teria alguém para quebrar essas regras.

Desde o início dos testes, fóruns especializados em videogames como o ResetEra estão cheios de capturas de tela e vídeos de gameplay do jogo, e alguns usuários chegaram até a subir esses vídeos para o YouTube, facilitando que o mundo todo veja o que poderemos esperar do primeiro Mario Kart para celulares:

De acordo com os vídeos e relatos dos jogadores que participam do teste, Mario Kart Tour é um jogo do estilo “auto-racer”, onde o veículo acelera sozinho e o jogador utiliza comandos de arrastar o dedo para definir a direção em que o carro irá virar — basicamente, a Nintendo está utilizando a maneira mais simples de adaptar Mario Kartpara uma jogabilidade móvel.

Como é de se esperar, o jogo também terá todas aquelas mecânicas conhecidas e usadas por qualquer título grátis (F2P), como uma barra de energia que é consumida a cada corrida (evitando que o jogador faça muitas corridas de uma só vez), além de diversos personagens e carrinhos que precisam ser desbloqueados através de um sistema “gacha” — ou seja, as tais das loot boxes. Você pode usar uma espécie de roleta para conseguir aleatoriamente personagens e itens algumas poucas vezes por dia, ou então usar dinheiro real para comprar mais “moedas” que permitem girar esta “roleta” um maior número de vezes.

Ainda que a Nintendo indique qual a probabilidade matemática de se conseguir cada item específico na “roleta” do jogo (algo que irá satisfazer algumas das mais recentes leis sobre microtransações em diversos países), pode também significar que o game não será lançado em todos os países do globo. Recentemente, a Nintendo retirou das lojas de aplicativos da Bélgica seus dois jogos móveis gratuitos (Animal Crossing: Pocket Camp e Fire Emblem Heroes) devido às novas leis de regulamentação do país, e possivelmente Mario Kart Tour não será lançado na região se a versão final do jogo continuar utilizando as mesmas mecânicas do beta.

Sistema de loot box de Mario Kart Tour, onde você pode conseguir aleatoriamente personagens e itens (Imagem: ResetEra)

Outra crítica que está sendo feita é que, pelo menos neste beta, o jogo está muito desbalanceado para aqueles que não querem gastar com ele. De acordo com os jogadores, é praticamente impossível conseguir os personagens e karts mais raros sem investir dinheiro real no game, e esses personagens e karts raros possuem várias vantagens sobre aqueles mais comuns — inclusive ganhando bônus de velocidade em praticamente todas as pistas — o que faz com que aqueles que não querem ou não podem investir no jogo fiquem em grande desvantagem.

Assim, esses jogadores afirmam que os sistemas de Mario Kart Tour estão bem distantes do uso equilibrado das microtransações que a Nintendo tinha em Fire Emblem Heroes ou Animal Crossing: Pocket Camp, e bem mais próximos do uso quase predatório dessas microtransações usado por boa parte das desenvolvedoras de jogos móveis asiáticas, praticamente garantindo a vitória daqueles que investem dinheiro no jogo e deixando-o injogável para aqueles que não gastam nada nele.

Por enquanto, ainda não há uma data de lançamento oficial para Mario Kart Tour, mas poderemos ter algumas novidades sobre o jogo durante a E3 2019 em junho.