Konami dá fim a mistério e diz que Allejo era inspirado em Bebeto

Chegou ao fim um dos maiores mistérios da história dos videogames. Os amantes do futebol nos jogos eletrônicos descobriram que o craque Allejo, do Internacional Superstar Soccer, representava o camisa 7 Bebeto, campeão mundial em 1994 com a camisa canarinho. A revelação foi divulgada nesta terça-feira (26) pela Konami, por meio da conta do Pro Evolution Soccer (PES) no Brasil. A desenvolvedora também revelou em quem outros craques do International Superstar Soccer foram inspirados.

Romário, parceiro de Bebeto no comando de ataque da Seleção Brasileira campeã mundial em 1994, era representado por Gómez, outro goleador no jogo. A Konami também identificou outros jogadores brasileiros: o zagueiro Ricardo Rocha era representado pelo beque Paco e Raí, camisa 10, pelo craque Fontana. A postagem também revelou o que o português Paz representava Luís Figo, na seleção de Portugal. Entre os argentinos, Redonda era Maradona e Capitale retratava o artilheiro Batistuta.

Considerado um dos clássicos do Super Nintendo, game que fez sucesso no mundo inteiro na década de 90 e no começo dos anos 2000, o International Superstar Soccer substituía os nomes dos jogadores por nomes fictícios em virtude de não conseguir a licença oficial para usar os nomes reais dos atletas. Allejo, que começou utilizando a camisa 7 e depois passou a usar a 9, sempre tinha habilidades acima da média. Em 2014, passou a figurar no PES. Um ano antes, um documentário bem-humorado feito por fãs homenageou o craque virtual Allejo, com declarações de ex-jogadores fakes como Romário, Pelé e o comentarista Neto.